fbpx
Que tal uma Semana Grátis? Agende agora sua visita

Coffee Break | Blog L'Oasi

Pausa para o Café, Networking e muita Informação

Redução de Custos para Startups
Postado em 10 de maio de 2019 por L'Oasi Coworking

Redução de Custos: 4 dicas para sua startup decolar!

Se preocupar com a redução de custos é essencial em todas as etapas da construção de um negócio. Especialmente se você está à frente de uma startup, até que ela conquiste o público ou algum investidor anjo, saber para onde direcionar seu dinheiro é essencial para que ela dê certo.

Pensando nisso, separamos neste post quatro dicas de onde economizar sem comprometer o crescimento da sua empresa.

Quer saber quais são? Continue a leitura, aplique nossas recomendações e veja sua startup decolar!

Por onde começar a redução de custos

Um dos primeiros passos para reduzir custos é fazer um planejamento. Nele, você verificará quais áreas podem ser modificadas e melhoradas.

O planejamento inclui:

  • identificar qual a situação atual da sua empresa;
  • determinar qual meta pretende alcançar;
  • levantar os gastos atuais e fazer uma análise profunda deles.

Por isso, é tão importante que você tenha tudo na ponta do lápis, especialmente para esse último quesito. Assim, desde a criação da sua startup, anote tudo que é investido nela.

Lembrando também que a redução de custos é uma medida que não pode ser aplicada apenas em momentos de crise. Saber o direcionamento exato do seu dinheiro impacta diretamente em seu progresso.

Onde reduzir sem comprometer sua empresa

Lógico que cada organização tem uma realidade e pontos que podem, ou não, serem modificados. Mas, de modo geral, há áreas da sua startup que podem ter orçamentos reduzidos sem comprometer o crescimento.

1. Marketing

Trabalhar com anúncios patrocinados, posts para suas redes sociais, ou criar conteúdos otimizados em SEO são maneiras de manter o marketing da sua empresa ativo e, ao mesmo tempo, não ter surpresa na hora de pagar por esses serviços.

Lembrando que o marketing, principalmente o digital, está entre as áreas fundamentais para alavancar uma startup. Afinal, uma empresa que não está presente no mundo virtual, simplesmente, não existe.

2. Terceirização

Terceirizar mão-de-obra é outra excelente maneira de reduzir custos. Faça uma análise de todos os serviços necessários no dia a dia e veja quais gerariam menos custos se direcionados a terceiros, tais como: serviço de impressão, entrega, ou limpeza predial.

Serviços voltados à tecnologia também podem fazer parte dessa economia. Em sites como Workana, Freelancer.com ou GetNinjas você consegue mão-de-obra qualificada, reduz gastos mensais e ainda otimiza seu tempo, delegando tarefas que não precisam ser feitas necessariamente por você.

3. Produtividade

E por falar em otimização de tempo, lembre-se que ele também é dinheiro, mas, nem sempre, as pessoas percebem isso no primeiro momento.

Uma dica é utilizar a tecnologia a seu favor. Ferramentas e aplicativos que tornam processos diários mais rápidos ou facilitam a comunicação são bem-vindos em todas as empresas que querem crescer, especialmente as startups. Veja as mais utilizadas:

  • Comunicação: Whatsapp e Skype ajudam na redução de gastos com ligações telefônicas. O Slack otimiza a comunicação com a equipe e é gratuito. Já o Appear.in é uma excelente sala virtual para reuniões e também tem a versão grátis;
  • Gerenciamento de tarefas: o Trello pode ser usado individualmente ou em equipe. No Todoist você consegue organizar com facilidade todas as tarefas que precisa realizar, e o Toggl é um time tracker, ou seja, com ele você descobre quanto tempo investe em cada projeto e consegue planejar melhor sua rotina;
  • Compartilhamento e Backup: para ter arquivos sempre à mão, compartilhando facilmente, e garantindo que nada será perdido, o Google Drive e o Dropbox são os mais indicados.


Dica extra
: se você usa a suíte Microsoft na sua startup, experimente trocar pelo GDrive. Por ele ser totalmente gratuito, você terá uma grande economia ao longo do ano, além de conseguir compartilhar facilmente seus arquivos e documentos.

4. Infraestrutura

A internet nos permite trabalhar de qualquer lugar. No entanto, muitas vezes é necessário um contato mais pessoal, ou até diário, com equipe ou clientes.

Ao invés de gastar com a locação de um espaço e tudo que ele precisa para sua startup funcionar, tais como móveis, equipamentos eletrônicos, contratação de serviço de telefonia, entre outros, o melhor é estruturar sua empresa em um Coworking.

Além de não ter que se preocupar com nenhum desses pontos, você ainda estará em um ambiente profissional e propício para networking, contribuindo ainda mais para o crescimento da sua marca.

Viu como é possível fazer uma boa redução de custos sem comprometer a sua startup? Com atitudes simples você consegue direcionar melhor os gastos da sua empresa e investir naquilo que fará diferença para o seu sucesso.

Mas muitos empreendedores ainda não sabem disso. Então que tal compartilhar este conteúdo em suas redes sociais e dividir essas dicas?


O L'Oasi Coworking é um escritório compartilhado: diversas empresas e profissionais compartilham a mesma infraestrutura de trabalho. Nosso diferencial é a proposição de criar um ambiente que seja "fértil": seguro e de alto padrão para ajudar na concretização dos sonhos dos empreendedores.


Comente este artigo:

0 Comentários